sexta-feira, 30 de novembro de 2007

Carne

Opa!!! como vão?
estava conversando aqui com um amigo meu ( o Xande lá de lavras) e ele pediu alguma receita com carne, para aí sim comentar aqui no blog... bom lá vai uma receita que eu faço com fraldinha, uma carne muito boa pra churrasco, mas que a gente esquece que pode fazer no forno, ou até na panela......é uma carne muito boa...

Eu compro a peça da fraldinha (ela tem uma parte mais arredondada, com uma capa de gordura, e uma outra sem essa capa) e peço para tirar um pouco da capa de gordura (as vendidas à vacuo tem menos gordura, quase não precisa limpar), mas enfim, só para tirar o excesso de gordura mesmo mas deixe um pouqinho.
Bom, carne limpa, eu corto em tiras, pegando o comprimento todo da carne (cada tira com uns 3 ou 4 centimetros de largura) . A tira fica com um pedaço com cordura e outro sem. Enrolo cada tira, fazendo um caracol, com a parte que tem gordura ficando no meio. Enfio uns dois palitos de dentes para não soltar. Cada peça de carne da para tirar umas 6 tiras, dependendo do tamanho até mais. Essa lance da tira de fraldinha quem me ensinou foi meu amigo Holger, mestre churrasqueiro hahahaha.

bom, vamos aos ingredientes, sem quantidades exatas hehehe:

- os caracóis feitos a partir das tiras da fraldinha
- rodelas de abacaxi
- sal grosso
- azeite
- pimenta moída na hora
- noz moscada
- ervas ( eu uso alecrim e tomilho)
- 1 dente de alho descascado

Tempere a carne com o sal grosso e a pimenta. Em uma frigideira sele a carne com um pouco de azeite ( selar significa colocar a carne em uma superfície bem quente, no nosso caso a frigideira, pois assim os poros da carne se fecham, e o suco do interior da carne não sai, deixando-a mais suculenta). Não precisa deixar a carne no ponto não, é só uma fritada rápida mesmo.

Faça um pesto com as ervas e o alho (pesto é basicamente um molho feito com ervas, azeite e alho bem triturados, algumas receitas clássicas costumam colocar parmezão e nozes a essa mistura, mas aqui vamos usar só um azeite com ervas e alho mesmo) e reserve.

Então é só montar para levar ao forno. Eu faço assim:

Pego uma rodela de abacaxi, tempero com um pouco de sal, noz moscada moida na hora e um fiozinho do azeite com ervas. Ponho a carne em cima, coloco um pouquinho de sal e rego com o azeite, e por fim cubro com mais uma fatia de abacaxi temperada com sal e noz moscada.Fica parecendo um sanduíche. Espeto uns dois palitos de dente, só para prender as rodelas de abacaxi na carne. Faço isso com todos os caracois de carne. Disponho em uma assadeira e cubro com papel alumínio e levo ao forno (pré-aquecido a 180 graus). Quando perceber que estão assados (leva mais ou menos uns 30 minutos) tire o papel alumínio e volte a assadeira para o forno, só para dourar a carne e fazer o abacaxi perder um pouco mais de água (uns 10 ou 15 minutos.

Eu gosto de servir com batatas ao murro (prato português), arroz branco e cebola caramelizada.

Batatas ao murro: lave bem as batatas (eu gosto das pequenininhas) e leve ao forno. Não precisa tirar as cascas. Quando estiverem assadas, tire do forno, dê um murro (isso mesmo, porrada na batata hahaaha com a mão bem fechada, mas sem muita força, só para achatar um pouco, coloque um pano por cima para não se queimar). Aqueça um tanto de azeite em uma frigideira e doure as batatas. Coloque sal e pimenta e salpique um pouco de boas ervas aromáticas (salsinha, alecrim, tomilho, e por ai vaí).

Cebolas caramelizadas: em uma panela coloque açúcar, deixe derreter um pouquinho e coloque as cebolas (eu uso as pequenas, as échalotes) e vá mexendo. Quando o caramelo começar a grudar na cebola, coloque um fio de azeite (mas um fio generoso). Não pare de mexer. Coloque sal e pimenta. Quando o caramelo envolver bem as cebolas, tire do fogo. Não precisa pingar água por que a cebola vai perdendo água no processo, acrescentando mais sabor ao prato.

É isso, essa receita é muito boa. O perfume do abacaxi com a carne é muito gostoso.

Ah, já ia me esquecendo do vinho!!!

Pratos salgados pedem uma boa cerveja, uma pilsen ou até uma feita com trigo. Mas vinho cai muito bem com carne de churrasco. Esse prato é muito forte, pesado, mas tem o abacaxi, que da uma leveza e um toque de fruta. Bom, um vinho tinto da uva Tannat, com bastante corpo, vivo e tânico (Tannat significa tanino. Tanino é uma substância que chega ao vinho vindo das cascas das uvas e dos pedunculos dos cachos, é antioxidante e ajuda a preservar o vinho. Mas quando em muita proporção, causa uma certa sensação de amargor na boca, paracendo que a gente comeu banana verde hehehehe é só uma introduçãozinha, falaremos disso mais tarde também) casa bem com o prato. Um Cabernet Sauvignon mais velho e encorpado vai bem também. A temperatura certa de cervir esses vinhos vai de 16 a 18 graus. Por causa do abacaxi fica difícil achar uma harmonização totalmente satisfatória , pois vinho tinto com abacaxi pode vir a dar um gosto metálico.

Experimentem e me contem depois!!!!

É isso ai, aquele abraço e até a próxima, não deixem de comentar.

Carlos Henrique

Um comentário:

La&xande disse...

Carlos, fiquei com água na boca ao ler a receita... Vou tentar fazê-la no dia 15 próximo... depois te conto se consegui fazer direito...
abraço

Da uma olhada ai

Related Posts with Thumbnails